Inscreva-se com seu endereço de e-mail para ser o primeiro a conhecer as novidades.

Coluna | Olha a chuva! (e não é mentira)

By Posted on 3 m read

musicaparacasar1

Acho que já comentei como é importante a concentração do DJ para que a festa siga sem sustos e o trabalho flua com tranquilidade. Pois eu tomei um enorme susto, há algumas semanas, quando, durante a cerimônia, começou a chover sobre o meu equipamento, isto é, molhou o mixer, discos de vinil e (meu Deus!) meu notebook. E olha que eu estava posicionado num lugar imensamente coberto e, aparentemente, protegido.

Resultado: muito à contragosto, mas sem opções, tive que parar a música (e a cerimônia) para enxugar o notebook e mudar todo o equipamento de lugar. O cerimonialista entendeu o problema e foi solidário, mas você acha que ganhei olhares amistosos dos convidados? Naturalmente que nem tanto. Não desejo isto a nenhuma noiva ou noivo, mas não houve jeito: ou parava naquele momento ou poderia colocar não somente a cerimônia em risco, mas também toda a noite de festa.

A chuva era mesmo torrencial e poderia se compreender outros estragos por conta disto, mas goteiras espalhadas por toda a área coberta foi um pouco demais. Bom, mesmo que ainda assustado e preocupado, a cerimônia seguiu adiante. Mas, logo após acabar a chuva (ufa!), aconteceu uma brusca queda de energia e, mesmo com a contratação de um gerador que também não funcionou quando foi acionado, toda a festa parou.

Como de praxe, os convidados se voltaram para mim atrás de soluções para a energia elétrica, a luz e a música. Imagina eu, o DJ, que nada sabia sobre cobertura de lona, gerador ou cabos de iluminação. Mas em eventos festivos é sempre assim, a experiência ensina: o DJ é sempre o “culpado”. Escrevendo agora, soa até mesmo engraçado, mas, na hora, toda a tranquilidade e segurança que eu precisaria para trabalhar concentrado já tinha se dissipado.

Em contrapartida, foi linda a dedicação dos amigos e convidados dos noivos que começaram a cantar e dançar na penumbra e no meio do chão molhado, animando pra valer a festa. Foi emocionante! E mais: me surpreendeu a tranquilidade da noiva para superar a adversidade em meio ao caos. Pouco mais de uma hora depois, mudamos radicalmente o local da pista de dança e a festa seguiu feliz até a madrugada. Porém, confesso que foi difícil buscar inspiração, apesar dos muitos elogios eu estava disperso e preocupado por algo grave acontecer a qualquer momento.

Fica o alerta e o pedido: tenham cuidado na contratação dos prestadores de serviço para sua festa e exijam itens e cláusulas de segurança de todos para que, numa situação imprevista, as responsabilidades sejam repartidas e não haja nenhum prejuízo financeiro ou que atrapalhe o andamento da festa.

Pra fechar positivamente, vou deixar uma dica para se ouvir na viagem de lua-de-mel: The Head and the Heart é uma banda de Seatle, EUA, que faz um ótimo e viajante folk-rock. Com dois bons discos lançados em 2010 e 2013, eles se apresentaram no deserto da Califórnia durante o último Coachella Valley Music and Arts Festival. “Down In The Valley” é um dos singles do primeiro e homônimo disco. É pra dar play e colocar o pé na estrada!

assinatura_galalau_01-1

Conheça mais sobre DJ Galalau

Seja moderninho case por amor
signature

Share this article

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Comments Yet.