Inscreva-se com seu endereço de e-mail para ser o primeiro a conhecer as novidades.

{Livros} 'Quinta Avenida, 5 da manhã'

Posted on 2 min.

{Porque elegância é fundamental no casamento}

Quinta Avenida, 5 da manhãCom base na minha experiência, acredito que as noivas ficam muito interessadas em entender, afinal, o que é ser uma mulher elegante. Ao casar, é como se a gente atravessasse um portal para uma nova fase, e, pelo menos comigo, as novas fases costumam se refletir diretamente na forma de vestir e de agir no mundo. E se a elegância já era importante antes do dia do sim, depois de começar a usar aliança, então, ela tem de ser um verdadeiro norte.

Afinal, elegância é sinônimo de uma mulher que já se encontrou –  e por “se encontrou” entenda mulher feliz, no amor, na vida – pronta para iniciar uma parceria duradoura, amadurecida o suficiente para saber se posicionar, ceder, pedir, doar, cobrar, comandar, tudo com muito bom senso, muito bom humor e uma boa dose de beleza e feminilidade, claro.

Bom, dito isso, Quinta Avenida é um prato cheio para quem quer beber desta fonte e aprender sobre o surgimento da atitude feminina que Holly Golightly, a protagonista do filme Bonequinha de Luxo, interpretada pela musa Audrey Hepburn, ajudou a emergir. Ao expor os bastidores do filme, o livro nos faz mergulhar, por exemplo, na mente da jovem Audrey, em sua desajeitada primeira prova do tubinho preto comprado às pressas diante do blasé Givenchy que, ainda sem saber, seria imortalizado por ela. E a acompanhar as dificuldades e sacadas geniais do autor Truman Capote nos inúmeros jantares e festas do jet set hollywoodiano. Jantares estes em que Truman sorvia não só drinques caríssimos, mas, especialmente, o contexto das mulheres ricas e famosas daquela década, suas vidas públicas e privadas, seus casamentos felizes – e os infelizes. Inspirado na subversiva transformação daquele início dos anos 60, Truman não só deu origem ao genero da comédia romântica que conhecemos hoje, como marcou definitivamente a história da mulher contemporânea, aquela que, sim, ainda sonha com um anel da Tiffany&Co, mas sabe correr, e muito, atrás do que deseja. 

Seja moderninho case por amor
signature

Share this article