Inscreva-se com seu endereço de e-mail para ser o primeiro a conhecer as novidades.

COLUNA | CRIATIVIDADE EM AÇÃO

Posted on 2 min.

música para casamento DJ Galalau

O Colher de Chá Noivas carrega o subtítulo de “o blog de casamentos criativos”. E em casamentos aqui no Brasil ou em outros cantos, a criatividade há muito ocupou o lugar da tradição seja no vestido da noiva, na combinação de roupas e cores entre padrinhos e madrinhas, nas alianças, nos bolos e também na entrada dos noivos.

Captura de tela 2013-08-16 às 12.33.35

As inspirações são muitas: “Thriller”, de Michael Jackson, embalando “mortos-vivos” em ternos e longos vestidos, “Like a Virgin”, de Madonna, para o momento de entrada da “inocente” noiva, ou o grande sucesso “I Got a Feeling do Black Eyed Peas – o grupo musical campeão para entradas e primeiras danças criativas em todo o mundo – para a primeira dança do casal [quem escuta “I gotta feeling… That tonight’s gonna be a good night” e não lembra da pista de dança de um casamento querido?]

De todos os vídeos que assisti, os que mais chamam a atenção são sempre os que conjugam um pouco de tradicionalismo com a inventividade coreográfica baseada em novas trilhas sonoras. E quanto melhor coreografado mais impressionante fica. Observe este casamento na Austrália: a música “Sunchyme” de grupo inglês Dario G serve à impressionante dedicação de padrinhos, madrinhas e noivos para a coreografia que ao mesmo tempo é leve e divertida.

Já “The Time (Dirt Bit)” do Black Eyed Peas, com sampler do sucesso “I’ve Had The Time of My Life”, de 1987, serviu para contagiante primeira dança dos noivos aqui, que imediatamente levou os convidados para a pista e a festa assim começou fervendo desde o início.

Mas a minha dica fundamental é: para criar estes momentos no seu casamento é sempre bom combinar com o DJ antes ou até mesmo ensaiar na presença dele. Há duas semanas, fui DJ de um casamento no qual nem eu mesmo fui informado sobre a música de entrada da noiva – mesmo após insistir por uma semana inteira antes da festa. Ainda bem que o casamento era em casa, porque o noivo e os pais tiveram de correr para providenciar um pen-drive com a música correta. E ainda tinha mais surpresa para o noivo e para mim também: a música da entrada das madrinhas serviria para uma coreografia e ninguém, nem mesmo a cerimonialista, sabia do que se tratava. Celebração com adrenalina e diversão garantidas!

Este tipo de “planejamento” ( ou falta dele) não é o ideal. Criatividade e surpresa, sim! Riscos nem pensar…!

assinatura_galalau_01

Seja moderninho case por amor
signature

Share this article