Inscreva-se com seu endereço de e-mail para ser o primeiro a conhecer as novidades.

Perfil de fornecedor: Jann La Pointe

By Posted on 3 m read

Desde pequena, a norte-americana Jann La Pointe encontrou na fotografia de casamento não somente um hobby, mas também uma verdadeira paixão para toda a vida. Amante da espontaneidade e das diversas formas de retratar o amor, Jann faz questão de fugir do tradicional, expressando em cada clique a essência e a história do casal.

Jann

Como você descobriu o amor pela fotografia?

{ Jann La Pointe } A minha fascinação pela fotografia começou muito cedo. Quando eu tinha uns 7 ou 8 anos minha maior diversão era pegar a máquina de trabalho da minha mãe, que na época trabalhava como jornalista, e sair clicando pelo bairro. Eu fotografava tudo: bichos, árvores, cores que eu gostava, tudo mesmo. Eu era uma menina super tímida e a máquina, desde cedo, me proporcionou a possibilidade de comunicar meus sentimentos e ideias através de imagens e conectar melhor com o mundo ao meu redor. Depois, com 14 anos, comecei a revelar minhas próprias fotos no laboratório, e essa curiosidade e interesse pela fotografia que eu sempre tinha se concretizou em uma paixão verdadeira. 

Como você conheceu e se apaixonou pelo mercado de casamentos?

{ Jann La Pointe } Em 2003, depois de me especializar na área, comecei a trabalhar como assistente fotográfico para vários fotógrafos badalados de moda e propaganda em São Francisco. A opção de fotografar casamentos nunca foi um dos meus objetivos, porque tive uma forte preconceito contra essa área de atuação. Aos poucos, alguns amigos começaram a me chamar para fotografar os casamentos deles e eu aceitei o desafio sem grandes expectativas. Fiquei surpresa ao perceber que gostei muito da experiência, mas meu ego não me deixou cogitar a possibilidade de entrar no ramo seriamente. Tudo mudou para mim num instante. Na casa da minha mãe, onde eu morava na época, tem uma parede de fotos. Passei por essa parede milhares de vezes sem prestar muita atenção, mas por uma razão esse dia parei e olhei de verdade. Eu vi que a maioria dessas fotos (tão amadas e guardadas há décadas) eram retratos de casamento. Reparei que a história toda da minha família foi escrita naquela parede, dos meus pais e até meus bisavôs italianos, todos sorrindo para mim através do tempo no dia mais feliz da vida deles. Foi naquele momento que eu comecei a pensar diferentemente sobre a fotografia de casamento e realmente pensei pela primeira vez que poderia ser a escolha certa para mim.

Como você faz para conhecer os noivos? Bate um papo antes para criar intimidade?

{ Jann La Pointe } Eu gosto de me reunir com o casal antes do casamento para bater um papo pessoalmente, ou através do Skype se eles morarem no exterior ou em outro estado. Além da reunião, a gente troca ideias e planeja o que vamos fazer no dia através de e-mail. 

Qual é a sua maior inspiração para a hora das fotos, tanto na cerimônia quanto na festa?

{ Jann La Pointe } Observar os laços afetivos entre as pessoas é uma fonte de inspiração inesgotável para mim. É meu combustível no grande dia. 

Os casamentos diurnos estão super em alta no Brasil. Qual seria a sua dica de ouro para conseguir fotos lindas em um casamento pela manhã?

{ Jann La Pointe } É muito importante pensar bem no horário da cerimônia, pois a qualidade da luz muda durante o dia, e isso pode ter um efeito positivo ou negativo nas fotos. Se a cerimônia for ao ar livre, o casal deve evitar se casar ao meio dia, pois é quando a luz do sol fica mais forte, criando sombras feias nos rostos das pessoas. Se não tem como evitar esse horário por causa do planejamento do evento, pode ter um resultado melhor se a cerimônia for em um lugar de sombra, debaixo de um toldo por exemplo. Assim a luz fica mais suave e bonita.

ensaio_martu_0008

patricia_e_leo_1039

juju_and_jonny_0102

9M1A3995

Contatos

E-mail: info@jannlapointe.com

Site: jannlapointe.com/blog/

Facebook: www.facebook.com/jannlapointephotography?fref=ts

Instagram: instagram.com/jannlapointe

Seja moderninho case por amor
signature

Share this article

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Comments Yet.